Chuck Comeau se posiciona contra Jair Bolsonaro

No dia 28 de outubro de 2018, Jair Bolsonaro foi eleito presidente do Brasil. Acompanhando a onda de conservadorismo que tem percorrido os dias atuais em escala global, Bolsonaro foi eleito propagando um discurso segregador racista, machista, homofóbico e violento. Apesar de ter recebido apoio massivo da direita brasileira, muitos artistas nacionais e internacionais se posicionaram contra a eleição do candidato, aderindo ao movimento #EleNão. Chuck Comeau, baterista do Simple Plan, foi um deles. Abaixo, você confere as imagens publicadas por Chuck em seu Instagram pessoal:

Algumas das frases mais famosas de Bolsonaro, todas gravadas em vídeo, são:

“Eu não estupro você porque você não merece.”
“Eu tenho cinco filhos. Quatro homens. Na quinta, dei uma fraquejada e nasceu uma mulher.”
“Meus filhos não se apaixonariam por uma mulher negra porque eles foram bem educados. Eles não viveram em um ambiente promíscuo como o teu.” (em resposta a cantora Preta Gil, mulher negra)
“Se eu ver dois gays se beijando na rua, eu vou bater.”
“Vamos metralhar a petralhada (oposição).”
“A faxina agora será muito mais ampla. Essa turma, se quiser ficar aqui, vai ter que se colocar sob a nossa lei. Ou vão pra fora [do país] ou vão para a cadeia. Esses marginais vermelhos serão banidos de nossa pátria.”
“Sou incapaz de amar um filho homossexual. Prefiro um filho morto em um acidente de carro a um filho homossexual.”
“Eu sou favorável à tortura, tu sabe disso!”
“Se depender de mim, todo cidadão brasileiro vai ter uma arma em casa.” (a legislação brasileira, até o momento, não permite porte de armas para civis.)
“Através do voto, você não vai mudar nada neste país. Nada, absolutamente nada. Você só vai mudar, infelizmente, quando nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro. E fazendo um trabalho que o regime militar não fez. Matando 30 mil pessoas! Começando por FHC [Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente do Brasil]!”
“Sou preconceituoso, sim, com muito orgulho!”
“Unidade familiar é homem e mulher.”
“A sociedade brasileira não gosta de homossexuais.”
“Eles [indígenas] deveriam comer capim ali fora para manter as suas origens!”
“Eu não pagaria homens e mulheres com o mesmo saláio! Mas até que existem algumas mulheres competentes…”

Nós, do Simple Plan Brazil, não compactuamos com nenhum dos posicionamentos segregadores e violentos de Bolsonaro e acreditamos que toda arte é política, portanto, como fãs de música e empáticos à causa de minorias políticas, nos manifestamos, assim como Chuck. Oferecemos todo nosso acolhimento a quem acompanha nosso site e que porventura esteja se sentindo ameaçado ou vulnerável neste momento. Parafraseando Fernando Haddad, adversário de Jair Bolsonaro no segundo turno dessas eleições: “Não tenham medo! Nós estaremos aqui. Nós estaremos juntos. Nós estaremos de mãos dadas com vocês, nós abraçaremos as causas de vocês! Contem conosco. Tenham coragem! A vida é feita de coragem.”

Caso você esteja se sentindo sozinho ou amedrontado neste momento, você pode encontrar todos os membros da nossa equipe no Twitter, através dos usuários @brunonow, @mariaclara_b, @annaclaramd, @paahfontes e @messycolors. Mande uma mensagem para qualquer um de nós, se quiserem! Resistiremos juntos. Como diz o Simple Plan: together we stand up tall. We are one!

 

Pierre e Chuck se juntam ao Reset no Montebello Rockfest

Formado em 1993,  o Reset foi a primeira banda de Pierre Bouvier e Charles Comeau, que posteriormente deixaram-na para fundar o Simple Plan.  Entre algumas mudanças de nome e de integrantes oficiais (dentre eles, David Desrosiers, alguns anos mais tarde, mas apenas por alguns meses), a banda de punk rock conseguiu se consolidar no mercado e, até hoje, mantém uma leva de fãs no Canadá. Ao longo dos anos, embora não participem mais do processo criativo da banda, os integrantes do Simple Plan que já participaram do Reset se reúnem com a formação atual para tocar em alguns shows e relembrar os velhos tempos.

Em junho deste ano, no Montebello Rockfest (um grande festival de rock do Canadá), outra dessas reuniões aconteceu. Chuck Comeau e Pierre Bouvier subiram no palco para tocar músicas como “My Dream and I” com a atual formação do Reset. David Desrosiers, que está afastado dos palcos por tempo indeterminado para tratar um quadro grave de depressão, não compareceu ao evento.

À título de curiosidade, a Highlight Sounds produziu, em 2001, no Brasil, um CD com 16 faixas de rock intitulado Four Lessons To Drive. Nele, constam músicas das banda Reset, Predial, Flatcat e Belvedere – 4 canções de cada. Você pode acessar a página do produto clicando aqui.

A Hightlight Sounds também foi responsável pela venda de merchandise na última turnê do Simple Plan no Brasil, o que significa que você também encontra produtos oficiais da banda no site deles.

Simple Plan se despede da Vans Warped Tour

Depois de vinte e três edições, a Vans Warped Tour declara seu fim. Talvez o festival não seja, assim, tão relevante para quem mora do outro lado do continente, como os sul-americanos, mas definitivamente é um marco para quem acompanha a cena do rock diretamente dos Estados Unidos.

A relação do Simple Plan com a “Warped” não poderia ser mais relevante: a banda canadense foi a segunda na história a mais frequentar os palcos do festival (todos os anos de 1999 a 2005 e em 2011, 2013, 2015 e 2018), ficando atrás apenas dos americanos do Less Than Jake. Por definição dos próprios membros da banda, o último verão foi intenso e emocionante para o Simple Plan, que se despediu do “festival ambulante” fazendo shows por vinte dias seguidos. A setlist, por ser de uma apresentação mais curta que habitual, resumiu-se em “I’d Do Anything”, “Jump”, “Addicted”, “Welcome To My Life”, “Boom”, “I’m Just a Kid” e “Perfect”, afinal, várias bandas dividiam o mesmo espaço e o mesmo dia para performar.

Mesmo para quem não esteve presente, a dedicação investida na última edição da Warped Tour, por parte de todas as pessoas envolvidas, foi nítida através das publicações nas redes sociais. Enquanto as bandas e suas equipes atravessavam os Estados Unidos de fora a fora, aproveitavam para fortalecer laços de amizade entre si, assistir aos shows de outros músicos e conhecer toneladas de fãs repetidamente (alguns, inclusive, por intermédio da LTD Foundation, uma ONG que permite que crianças e adolescentes com doenças graves encontrem seus ídolos favoritos da música).

Caso você não tenha visto – ou queira relembrar – o show de hits do Simple Plan no festival, o vídeo abaixo traz a apresentação completa da banda em Pomona, na Califórnia, em junho deste ano: