Entrevista: Sebastien Lefebvre conversa com o Uudised

seb-playing-04

O guitarrista do Simple Plan, Sebastien Lefebvre, realizou uma entrevista para o Uudised dias antes do show da banda em Tallinn, onde falou sobre o disco “Taking One for the Team”, lembranças em turnê e o que eles costumam pedir na lista de exigências da banda. Confira a tradução abaixo:

O que você se lembra da sua vinda em 2008?
Eu lembro que tinham muitos fãs loucos. Mesmo que tenhamos ficado só no final da tarde, então não pudemos ver muitas coisas, mas agora viemos no Domingo, e ganhamos um jantar antes do show, então acho que iremos explorar um pouco da cidade.

Vocês lançaram um disco, “Taking One for the Team”. Como ele pode ser comparado com seus trabalhos anteriores?
É difícil de comparar com qualquer coisa. Nós sempre tentamos em todo novo disco, fazer algo melhor do que o anterior, e eu acho que esse disco tem muita energia. Toda as vezes nós tentamos fazer algo um pouco diferentes e eu amo muito esse álbum.

Se você voltar no tempo do lançamento do seu primeiro disco, “No Pads, No Helmets… Just Balls” em 2002, você acha que os fãs cresceram com vocês ou vocês ganharam um novo público?
Eu acho que as duas coisas. É incrível que quando o primeiro disco saiu, nós éramos muito novos e os nossos fãs tinham a mesma idade. Muitos deles cresceram conosco, muitos vieram com o segundo e o terceiro disco. Mas tem uma grande parte com 16-17 anos que só está nos descobrindo agora. Ainda existem muitos que nos conheceram pelo primeiro disco e fãs que nunca foram em um show nosso antes.

As músicas dos discos costumam ter uma mensagem universal, que transgride o tempo, elas têm histórias, como “Perfect”, “I’m Just A Kid” e assim por diante. Mas nossos discos possuem um conteúdo bem pessoal, então contamos histórias sobre quem amamos, doenças ou perdas e acabamos ajudando com isso.

Você se lembra de alguma apresentação que tenha te tocado?
Oh, muitas! Mas a mais vivida foi uma em Toronto. Nós só tínhamos uma demo, que era distribuída, e nós ainda não éramos mais conhecidos. Nós subimos em um palco de um festival e tocamos “The Worst Day Ever”, e as pessoas começaram a cantar muito alto. Nós ficamos em silêncio absoluto só ouvindo, nós não podíamos acreditar. E, é claro, o maior público em nossa cidade, Montreal, nós subimos no palco com 50.000 fãs gritando para nós…. Esse tipo de coisa nos deixa sem palavras.

Vocês ainda ficam um pouco nervosos antes de subir no palco, e possuem algum tipo de ritual antes das performances?
Nós somos ansiosos. Ficamos nervosos antes de apresentar músicas novas, ou quando é um show televisionado. Mas na maioria das vezes curtimos o momento enquanto ainda estamos ansiosos. O nosso ritual é bem simples, nós batemos os punhos e pulamos.

Muitos artistas são famosos pelas suas listas de exigências exóticas. O que precisa estar na lista de vocês?
Nós não temos nada muito louco… Temos uma lista bem minimalista, pois não gostamos de gastar coisas à toa, só pedimos o indispensável. Mas um desinfetante para as mãos é algo que acrescentamos em nossa lista, pois encontramos tantas pessoas e cumprimentamos os fãs. Bom, nós não queremos redistribuir nenhuma bactéria e queremos manter nossas mãos limpas.

Você se lembra de algo repentino ou incidente de algum show?
A última vez que nos apresentamos na Suécia, nos falaram que no dia seguinte a casa de shows foi fechada. Parece que nossos fãs pularam tão forte que o chão começou a cair. Então o local foi fechado para ser reformado.

O que podemos esperar da noite de hoje?
O nosso plano é fazer um show com os nossos grandes sucessos, então tocamos todas as músicas antigas conhecidas. Muitos fãs nunca foram ao nosso show, então eles querem ouvir essas músicas, pois foram elas que fizeram com que eles nos conhecessem.

Simple Plan abrirá show do Blink-182 em Winnipeg

david-concert-02

O Blink-182 iniciará em breve uma nova turnê para a divulgação do disco de retorno da banda, California, que será lançado no dia 01 de Julho.

As datas da turnê foram divulgadas e, para a apresentação da banda em Winnipeg, no Canadá, que acontece no dia 07 de Julho na arena MTS Centre, os caras contarão com a ajuda do Simple Plan e da banda The Used como os convidados de abertura.

As vendas dos ingressos se iniciam no dia 04 de Junho através do site da Ticketmaster.

“Singing In the Rain” em 36º no Hot AC

singing-in-the-rain-news-04

O desempenho do novo single do Simple Plan, “Singing In the Rain” ainda está crescendo na parada de músicas mais executadas do Hot AC divulgada pelo Mediabase.

Nessa semana, “Singing In the Rain”  atingiu 36ª colocação, contabilizando 435 execuções nas rádios dos Estados Unidos e Canadá. Na semana passada a faixa totalizou 358 execuções.

No Brasil a música também está ganhando o seu espaço. Na edição de ontem do Ponto Pop 10 da PlayTV, o clipe dos caras ficou no 5º lugar entre os mais pedidos. Você pode ajudar a melhorar o quadro votando através do site, além de conferir outras formas de como divulgar o novo single da banda através do nosso hotsite especial.

Fotos: Simple Plan se apresenta na Finlândia e Estônia

concert-estonia

No último Sábado o Simple Plan deu continuidade a “Taking One for the Team Tour” na Europa. A banda se apresentou em Helsínquia, na Finlândia.

Já na noite de ontem os caras subiram ao palco do Club Factory em Tallinn, na Estônia, onde aconteceu um show mais intimista. Pelas fotos podemos ter uma ideia de como o palco era pequeno e próximo da platéia.

A turnê do Simple Plan está chegando ao fim, hoje a banda ainda toca na Letônia e, na noite de amanhã, eles se apresentam pela primeira vez na Lituânia.

Confira as fotos dos shows clicando nas miniaturas abaixo:

Entrevista: Sebastien Lefebvre conversa com o Newfoundland Herald

seb-news-03

O site Newfoundland Herald entrevistou o guitarrista do Simple Plan, Sebastien Lefebvre. Na conversa ele fala sobre as experiências em Terra Nova e Labrador, a receptividade do disco “Taking One for the Team”, os fãs canadenses e os planos para os próximos meses na estrada. Confira a tradução completa abaixo:

O Simple Plan voltará para Terra Nova e Labrador em Agosto para se apresentar durante o Mussel Bed Soiree em Lewisporte, um dos eventos de verão em constante crescimento no Canadá. Vocês estão ansiosos? Pelo que eu sei, vocês conhecem bem o lugar, certo?
Estamos muito ansiosos. Nós amamos tocar para os nossos fãs na costa Leste. Nós sempre nos divertimos muito quando fazemos uma turnê aí, e estamos muito ansiosos em voltar com nosso novo disco.

Você tem alguma lembrança em particular de suas visitas anteriores a Terra Nova e Labrador? Eu acredito que vocês têm uma certa fanbase aqui.
Eu acho que os shows são sempre ótimos. Eu não me lembro de outra coisa, o que eu acho que seja algo positivo.

Vocês lançaram o seu quinto disco de estúdio, “Taking One for the Team”, no começo desse ano. Parece bem como um retorno para a antiga forma da banda ao tipo de músicas divertidas e cheias de energia pelas quais vocês são conhecidos.
Foi um disco muito difícil de se fazer, e ter tido uma reação desse tipo de nossos fãs significa que nós estávamos certos em trabalhar tão duro nisso. Eu percebi que no geral, o álbum que te apresenta a banda é o que permanece sendo o seu favorito. Mas nós recebemos muitas mensagens dizendo que o “Taking One for the Team” se tornou o novo disco favorito de muitos de nossos fãs mais leais. Não existe sentimento melhor.

O que você tem a dizer sobre os seus fãs? Eu diria que vocês têm os fãs mais apaixonados do Canadá.
E do mundo! Nossos fãs canadenses nos tratam como uma família. É um sentimento muito bom quando nos encontramos e as conversas começam de onde elas pararam. Existe um verdadeiro sentimento de orgulho pelo nosso país.

O que os fãs podem esperar do Simple Plan no Mussel Bed Soiree em Lewisporte?
Nós transformamos o nosso show em um “Grandes Sucessos” do Simple Plan. Nós tocamos as favoritas de nossos fãs, músicas antigas e novas, e tentamos entreter todo mundo. Muita energia, festa e bons momentos.

Qual alerta você daria para uma banda iniciante ou um músico tentando começar a sua carreira na indústria?
Faça o que você ama. Não tente fazer o que está na moda, ou o que é popular. Seja honesto com o que você faz e não receba um não como uma palavra final.

O que o futuro reserva para o Simple Plan? Eu imagino que mais shows para promover o novo disco?
Exatamente. Muitas turnês até o ano que vem. Canadense, nos EUA, América do Sul, Ásia, Austrália… Ainda temos muitos lugares para visitar. Depois disso tudo, nós vamos começar a trabalhar no próximo disco!

Novas datas do Simple Plan em festivais no Canadá

chuck-drums-05

Dois novos shows do Simple Plan foram confirmados durante esse final de semana para a temporada de festivais do Canadá de 2016.

A banda foi anunciada para o Calgary Stampede, em Calgary, no dia 17 de Julho, no palco Coca-Cola Stage. Além disso, eles também foram confirmados na edição desse ano do Saskatoon Ex, que acontece em Saskatoon no dia 11 de Agosto.

Aproveite e assista abaixo o vídeo do anúncio da participação da banda no Calgary Stampede clicando aqui.

 

Campanha: Ajude a divulgar “Singing In the Rain” no Brasil

singing-in-the-rain-news-03

Estreamos hoje, no SPBrazil, um hot-site especial para ajudar na divulgação do single de “Singing in the Rain”, a nova música de trabalho do “Taking One for the Team”.

No hotsite você encontra depoimentos da banda sobre a música e o clipe, um player para ouvir a música completa, o vídeo clipe, fotos oficiais e dos bastidores das gravações, a letra e tradução da música, além de links para pedir a música em diversas rádios e programas de TV! Dessa forma você se mantém atualizado sobre o novo trabalho dos caras e, de quebra, ajuda a divulgar a banda pelo país.

Conheça o hot-site clicando aqui, ou no banner ao lado. Você também pode divulgar o link em suas redes sociais, fazendo com que outros amigos passem a conhecer um pouco mais do som novo do Simple Plan!

Esperamos que gostem! =)

Entrevista: Sebastien fala sobre Lituânia, fãs e Simple Plan Foundation

seb-news-02

Na próxima quarta-feira o Simple Plan se apresentará pela primeira vez na Lituânia. Para falar um pouco sobre a ansiedade em conhecer o país, o guitarrista Sebastien Lefebvre concedeu uma entrevista ao site Žmonės. Confira a tradução abaixo:

Na próxima semana vocês chegarão na Lituânia. Vocês já ouviram falar sobre o nosso país? O que sabem sobre ele?
O principal sobre a Lituânia é que vocês são muito bons no basqueste. Vocês têm ótimos jogadores, e um deles joga no Canadá.

Na verdade eu sei pouca coisa, mas estou muito ansioso em ir para Vilnius, afinal nunca fomos e não conhecemos os fãs. E nós nunca imaginamos que faríamos um show na Lituânia.

O jogador que você falou é o John Valanciunas. ele joga no Toronto Raptors.
Sim! Parece que ele é o melhor do time. Mas devo ser honesto que basquete não é meu esporte favorito. No Canadá o hóquei no gelo é mais popular. Toronto só tem um time de basquete…

Como é a sua primeira vez na Lituânia, você tem algum plano aqui além do show? Alguma coisa para ver ou visitar?
Sinceramente eu espero ter tempo para, pelo menos, caminhar um pouco pela cidade. Chegaremos um dia antes do show, por isso vou tentar levantar o mais cedo possível para ter algum tempo livre.

Nós planejamos encontros com os fãs. Nós os vemos antes e depois do show. Queremos ter um pouco desse tempo pois é muito importante para nós.

Vocês sempre dão tanta atenção para os fãs?
Definitivamente. Se você é membro do nosso fã-clube você pode ir a uma passagem de som antes do show e assistir ao vivo, assim como conversar com a gente depois do ensaio. E depois do show os fãs mais fiéis são recebidos para uma festa, que vai acontecer aí também. Então nós tiramos fotos, conversamos comemos pizza. Nós sempre queremos manter uma comunicação com os fãs, queremos manter uma boa relação.

Muitas celebridades evitam inteirar com os fãs – por cansaço da atenção e, ás vezes, até mesmo da perseguição… Você se cansa da popularidade?
Eu acho que entendemos que os fãs são a razão de estarmos onde estamos. Afinal, se não houvessem fãs na Lituânia, não teríamos um show para fazer aí. Para nós, conversar e nos reunirmos com os fãs é uma maneira de agradecermos por tudo. Nós sabemos que os fãs querem isso e tentamos encontrar tempo para que aconteça. Não somos daquele tipo que contratam vários seguranças e saímos correndo dos fãs. Nós somos gratos a eles. Por tanto é só sair e aproveitar.

Vocês viajam muito. Os fãs são muito diferentes de país para país?
Em cada país os fãs são um pouco diferentes. Por exemplo, no Brasil, México, Itália os fãs são muito loucos, muito enérgicos. Eles aproveitam o show, curtem, cantam conosco, se divertem.

E, por exemplo, Na Noruega, onde tocamos recentemente, as pessoas são bem mais contidas. Eles aproveitam o show, parecem se divertir, mas são bem mais calmos. Durante as músicas eles preferem não cantar, e ouvir o que estamos falando. No Japão é parecido – durante as músicas eles se divertem, e entre elas eles ficam em silêncio esperando que algo seja dito.

Depois de tantos anos na estrada vocês já devem ter conhecidos alguns fãs loucos pelo Simple Plan. Você se lembra de algum?
Talvez quando encontramos uma garota com os nossos rostos tatuados em seu peito. Alguns fãs tatuam coisas relacionadas a nós. Geralmente letras que tenham algum significado. É bem bonito. Mas aquela garota… Foi chocante.

Eu gostaria que todos os fãs tatuassem o meu rosto em algum lugar do corpo deles. Faria a vida deles ainda mais bonita.

O Simple Plan está na ativa fazem quase 20 anos. Como vocês conseguiram continuar juntos até hoje?
Eu não sei. Realmente não tenho ideia. Acho que por sermos muito legais? Temos um bom relacionamento, amamos o que fazemos. Somos amigos. Nos permitimos ter um tempo livre. Talvez não tenhamos parado pois o grupo é mais importante do que nós mesmos? A banda também é importante para a nossa vida pessoal. Para escrevermos músicas boas. E acredito que, novamente, graças aos nossos fãs. Eles são muito leais, e eles fazem com que nos importemos. Se eles desistissem de nós talvez hoje seria diferente.

Sobre as músicas… De onde vem a inspiração, já que vocês fazem isso há tantos anos?
Ás vezes para criar é realmente um desafio. Quando estávamos discutindo sobre o novo álbum sentamos e ficamos “Como vai ser?” Mas sempre falamos sobre algo. É claro que a maioria quer falar sobre assuntos sensíveis. E mesmo quando tudo está indo bem, existem momentos que inspiram canções sobre relacionamentos ou corações partidos. As inspirações podem vir de coisas que acontecem com nós mesmos ou com os que estão ao nosso redor.

E o que vocês costumam ouvir?
Nós ouvimos reggae, country, pop-punk, tudo o que toca nas rádios e nos filmes. Nós ouvimos o que nos inspira. Nós somos bem abertos em relação a tudo.

A percepção mais comum dos roqueiros é que eles são caras malvados. O Simple Plan faz o esteriótipo cair. Vocês possuem uma fundação que ajuda aos pobres, adolescentes com problemas ou envolvidos com drogas. Como surgiu essa ideia?
Provavelmente também tenha sido graças aos fãs. Depois dos shows, quando nos encontramos e ouvimos suas histórias, vemos como nossas músicas ajudaram a resolver problemas, como po exemplo, se reconectar com os pais… Eles se identificam com a nossa música e conosco.

Para nós é algo especial, por isso queríamos ir mais longe. E nós criamos uma fundação. Fazem mais de 10 anos que arrecadamos fundos para caridade, organizamos eventos especiais onde convidamos as pessoas para realizarem doações.

Os fãs também estão juntos conosco – a cada ingresso vendido do nosso show, $1 dólar ou euro é direcionado para a fundação. Parece que nesse ano acumulamos mais de $2 milhões de dólares. Queremos fazer algo de bom para a comunidade.

E por que vocês decidiram incluir os fãs?
Eles são os que mais procuram e isso é ótimo. Eles nos inspiram para ver como os jovens querem ajudar. Além disso, existem os fãs mais velhos que realizam eventos organizados por eles mesmos, recolhendo fundos e, em seguida, direcionando para a nossa fundação. Estamos tentando mudar o mundo aos poucos, e quando muitas pessoas apoiam fica mais fácil e divertido.

Vocês já tentaram calcular quantos adolescentes ajudaram?
Oh, na verdade não. Seria impossível. Mas só de ouvir cada história sobre como ajudamos já é muito emocionante e agradável.

Na próxima semana vocês farão um show em Vilnius. O que podemos esperar?
Vai ser muito bom, nos divertiremos muito. O Simple Plan já lançou cinco discos, portanto, temos muita coisa para tocar. Nós tocamos um pouco de cada disco, assi como as músicas novas. Queremos que todos se sintam unidos, cantem juntos, pulem e se divirtam. Espero que vocês não sejam tímidos e estejam prontos para curtir com o Simple Plan.

Fotos: Simple Plan se apresenta em Estocolmo

stockholm-concert

Hoje o Simple Plan realizou mais um show da turnê “Taking One for the Team” na Europa, que rolou em Estocolmo, na Suécia.

A apresentação de hoje aconteceu no parque de diversões Gröna Lund a céu aberto, e, apesar do mal tempo, a performance entrou para a história da turnê, já que o local já recebeu artistas de grandes nomes, como os Beatles. Confira uma mensagem enviada pela banda através do Instagram logo após a apresentação:

“Obrigado Estocolmo por um ótimo show! Obrigado aos Astronauts por encararem o tempo frio e por cantarem na chuva conosco. Nós nos divertimos muito! Obrigado ao Gröna Lund por nos receberem! Um lugar lendário com uma história inacreditável de nomes da música! Orgulhosos de tocar aqui hoje a noite! Nos vemos em breve!”

Aproveite e confira as primeiras fotos profissionais em nossa Galeria clicando nas miniaturas abaixo:

Simple Plan confirmado no Unorked and Unplugged

uncorked-and-unplugged

O Simple Plan foi anunciado como uma das atrações do Unorked and Unplugged de 2016, promovido pela rádio The Point.

A banda se apresentará no dia 12 de Junho em Williamsburg, Virginia, nos EUA. Além do SP, outros artistas como Marianna’s Trench e Lost Element já foram confirmados.

O show será completamente acústico e os ingressos custam entre $45 e $125 dólares. Um dos pacotes incluem um Meet and Greet com todos os artistas presentes.